Stayaway Covid obrigatória, sim ou não? Eis a resposta

359
Stayaway Covid obrigatória sim não resposta policia fiscalizar

Stayaway Covid obrigatória por ordem do governo, sim ou não? Deve o governo obrigar uma pessoa a instalar a aplicação para smartphone e colocar as autoridades a fiscalizar quem a tem ou não, ou não tem lógica nenhuma por ir contra a privacidade de uma pessoa?

É um assunto que está a gerar uma enorme polémica pelas redes sociais, apesar de ser uma medida que tem como objectivo diminuir o número de infectados com Covid-19. Decidi fazer uma análise mais profunda a esta aplicação, assim como ao conflito com a lei.

 

Stayaway Covid

Antes de começar a responder à questão, convém explicar do que se trata esta app. Apesar da maioria já saber, nem toda a gente está devidamente informada sobre o seu uso.

 

O que é a Stayaway Covid?

Basicamente, é uma aplicação para telemóvel que serve para informar o respectivo utilizador se esteve em contacto com alguém que tem ou esteve infectado com o Covid-19.

 

Como funciona o Stayaway Covid?

Através da ligação bluetooth, o Stayaway Covid notifica o utilizador caso esteja próximo de alguém que está ou esteve infectado com o virus. As pessoas infectadas com o covid-19 receberão um código com o resultado do teste, no qual deverá ser introduzido na aplicação.

A aplicação requer que o telemóvel tenha activado o Bluetooth, as notificações e a internet, seja por dados móveis ou por wi-fi, para que possa funcionar correctamente.

Stayaway Covid Android autorizações detalhes google play store

 

Como descarregar o Stayaway Covid?

A aplicação está disponível gratuitamente na Google Play Store para telemóveis Android e na Apps Store para telemóveis Apple.

 

Stayaway Covid obrigatória pelo Governo? Ou não?

Stayaway Covid obrigatória é uma das medidas que António Costa quer impor, algo que está a causar uma grande polémica. Apesar da medida ter boas intenções para diminuir o número de infectados em Portugal, levanta problemas no direito da privacidade das pessoas.

A medida só entrará em vigor caso seja aprovada pelo governo. Mas como é uma medida que vai contra o direito à privacidade constatado na Constituição da República, o presidente da República já disse que irá alterar essa lei, abrindo a excepção a esta aplicação.

Deve a Stayaway Covid ser obrigatória? Após ter instalado, testado e analisado a aplicação, assim como o impacto na sociedade, tenho a dizer o seguinte.

 

Dados e localização

A aplicação é de uso anónimo, ou seja, não pede os nossos dados como o nosso nome e morada. Para além disso, não pede a nossa localização em tempo real, ou seja, não pede a activação do GPS enquanto é usada. Ao início julgava que era um requisito obrigatório, mas afinal não. A não ser que já tenha pedido isso e numa recente actualização tenham removido essa exigência.

Sem pedir a nossa localização, não existe nenhuma possibilidade de o governo se aproveitar para saber onde estamos. Considero assim uma aplicação de confiança.

 

Fiscalização aos telemóveis

Se a lei entrar em vigor, como é que a polícia vai fiscalizar as pessoas? Até o presidente da Associação sindical dos profissionais da polícia já disse que as forças de autoridade não têm formação na área e não sabem como o vão fazer.

Para além disso, se um polícia chegar à beira de uma pessoa e pedir-lhe o telemóvel para saber se tem a aplicação instalada, e se a pessoa ao desbloquear tiver uma mensagem ou outro tipo de conteúdo privado, o polícia vai ver. Isto irá causar um grande desconforto ao dono do telemóvel, assim como pode causar conflito. Vocês não gostavam se isto vos acontecesse, pois não?

 

Ligação à Internet

Mesmo uma pessoa tendo telemóvel que suporte a aplicação, pode não ter um pacote de dados mensal e que permite ter Internet. Sem dados móveis, a aplicação não serve de nada. Sendo assim, o governo vai obrigar uma pessoa a pagar por um plano mensal? Não mesmo.

 

Bateria

Uma vez que é necessário ligar o Bluetooth, a bateria de maioria dos telemóveis só vai durar uma manhã ou pouco mais do que isso, isto se for dos mais recentes, pois os mais antigos duram menos.

Para evitar este problema, as pessoas terão que comprar powerbanks, consistindo numa despesa adicional para quem não os tem. Representa também um perigo para a saúde das baterias, pois viciam-se mais depressa.

 

Conclusão

Resumidamente, estou contra esta medida e espero mesmo que não seja mesmo aprovada. A aplicação é segura em termos de identidade e localização, mas dá valentes dores de cabeça a vários utilizadores devido à sua utilização.

Não considero que esta aplicação seja assim extremamente decisiva no combate ao vírus, daí não justificar a alteração do direito à privacidade das pessoas.

 

Precisa de me contactar?

Se precisar de entrar em contacto comigo, pode fazê-lo de duas formas.

Live Chat – Está a ver um botão ou separador no canto inferior direito? É o meu Live Chat, caso queira conversar comigo em tempo real.

Email – Se quiser entrar em contacto comigo via email, pode fazê-lo directamente no site ou através do meu endereço, clicando aqui.

Comentários

comments